1. Cronograma

a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a

2. Introdução

Uma vez que você defina o objeto da pesquisa, você pode avançar na definição conjunta dos objetivos e estratégias voltadas a alcançá-los.

3. Objetivos

  1. Entender a articulação entre problema e objetivos
  2. Entender a articulação entre objetivos e metodologia
  3. Identificar as diferenças e relações entre abordagens quantitativas e qualitativas
  4. Compreender a distinção entre estratégias censitárias e amostrais
  5. Desenvolver a competência de calcular tamanhos de amostras
  6. Entender que tipos de inferência são possíveis a partir dos seus dados

3. Leitura

3.1 Leitura obrigatória

1: Costa, Alexandre; Fulgêncio, Henrique; Horta, Ricardo. Pesquisa empírica em direito. Arcos, 2021.
  1. Qual a diferença entre pesquisa experimental e pesquisa observacional
  2. Qual é a relação entre metodologia e inferência?
  3. Qual é a diferença entre abordagens quantitativas e abordagens qualitativas?
  4. É possível mesclar estratégias quantitativas e qualitativas na mesma pesquisa?
  5. O que são unidades de análise?
  6. O que são as variáveis?
  7. O que são pesquisas censitárias e amostrais?
  8. Podemos fazer inferências gerais a partir de estudos de casos?

3.2 Leitura sugerida

1: Costa, Alexandre; Fulgêncio, Henrique; Horta, Ricardo. Pesquisa-ação: a intervenção como experimento.

4. Atividades

4.1. Atividade: Mapear a bibliografia